Bolsas dos EUA têm resultados mistos diante de políticas de Trump

A continuidade das preocupações com as iniciativas do presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, na área de imigração e comércio exterior sustentou a manutenção da cautela vista ontem nas bolsas de Nova York nesta terça-feira (31).

VEJA MAIS COTAÇÕES DOS MERCADOS FINANCEIROS

Para analistas, os movimentos recentes indicaram que o novo governo vai priorizar temas ligados a imigração e ao comércio exterior em detrimento de políticas consideradas positivas para o crescimento, como reforma tributária, desregulamentações e investimento em infraestrutura.

Manifestantes exigem cartazes contra Trump e sua política anti-imigração nesta segunda-feira (30) em Londres (Foto: REUTERS/Dylan Martinez)

O pessimismo levou o Dow Jones a se afastar ainda mais do nível dos 20 mil pontos, conquistado na semana passada. Após ajustes, o índice de “blue chips” fechou em queda de 0,54%, a 19.864,09 pontos. O S&P 500 recuou 0,09%, a 2.278,87 pontos. O Nasdaq destoou dos pares e subiu 0,02%, a 5.614,78 pontos, com ajuda dos papéis de biotecnologia.

A cautela dos últimos dias porém não impediu os principais índices acionários de Nova York de fechar o melhor janeiro desde 2013. As altas acumuladas foram de 0,51%, no caso do Dow Jones, de 1,79%, para o S&P 500, e de 4,30% do Nasdaq.

O índice de biotecnologia da Nasdaq teve alta de 2,83%, com a sinalização do governo Trump de que vai acelerar o processo de aprovação de novos medicamentos no Food and Drug Administration (FDA).

Farmacêuticas em alta

A subida dos papéis das farmacêuticas também ajudou a limitar as perdas do S&P 500. O setor de saúde encerrou em alta de 1,42% no índice. O maior avanço, porém, ficou com as ações de utilities (serviços públicos), vistas como defensivas, que subiram 1,51%.

As maiores quedas do S&P 500 ficaram com os setores mais beneficados pelo rali pós-eleição. Os papéis industriais lideraram as baixas, com recuo de 0,84%, seguidos dos financeiros, que caíram 0,60%.

No Dow Jones, apenas nove papéis entre 30 que compõem o índice fecharam no positivo. As baixas foram puxadas por Goldman Sachs, que caiu 1,99%, seguido de J.P.Morgan, com recuo de 1,65%.

Eike divide cela com outros 2 presos da Lava Jato; veja FOTOS

Empresário dorme na parte de cima de beliche.

Empresário depõe por 2h15 à PF e é levado de volta a Bangu

Candidatos relatam invasões no Sisu após redução da segurança de senha

Aluna nota mil diz que foi inscrita por hacker em curso de produção de cachaça

‘É um absurdo, fiquei muito nervosa’, desabafa.

Maia diz que oficializa candidatura amanhã e pede votos ao PMDB

Entenda a polêmica sobre a candidatura de Maia à reeleição

PMDB confirma Eunício Oliveira como candidato no Senado

Renan diz que foi escolhido por ‘aclamação’ para liderar o PMDB

Senador ainda está ‘refletindo’ se assumirá função.

Fonte